Webgoal

27 Jun/13

Agile Brazil 2013 - 1º dia

A Webgoal mais uma vez está participando e apoiando o Agile Brasil 2013, o maior evento de agilidade da América do Sul com mais de mil participantes, que está sendo realizada no coração do Brasil, Brasília.

Keynote do Patrick Kua

O evento foi aberto com um keynote de Patrick Kua que falou sobre como aproveitar da melhor forma o potencial das pessoas. Um dos pontos abordado foi a importância de criar um ambiente motivador que favorecesse o aprendizado e evolução das pessoas.

Também mostrou um modelo de aprendizado chamado Dreyfus Model criado pelos irmãos Hubert Dreyfus e Stuart Dreyfus.

Com base no livro Drive do Daniel H. Pink, onde são apresentados os motivadores intrínsecos Autonomia, Propósito e Maestria, ele acredita que existam mais dois motivadores que também contribuem melhorar o potecial humano que são Co-peração e Liderança.

Outro ponto importante é ter uma lideraça muito forte, onde essa liderança consiga convergir a visão do time.

Pretotyping

Apresentação foi baseada na técnica Pretotyping desenvolvida pelo Alberto Savoia, que consiste basicamente em garantir que você está construindo "a coisa" certa, antes de construir certo "a coisa". Na prática a validação de uma ideia deve ser feito da forma mais fácil possível, como por exemplo criar protótipos em papel. Essa técnica possui diversas variações como o Fake door Pretotyping e One night stand.

Lean UX Pyramid

O Lean UX Pyramid é um modelo de desenvolvimento de produto que mescla conceitos da Pirâmide Lean com as técnicas de User Experience. Salientaram a importância de definir inicialmente um Product Champion e um Lider Técnico, para serem responsáveis em disseminar a visão do produto e liderar o time. Outro ponto importante no desenvolvimento de um produto é manter um contato muito próximo dos usuários, e através de técnicas realizar validações de forma rápida, barata e efetiva. Esse processo está em fase de experimentação, na criação de um produto chamado OnTrack, que tinha como objetivo gerir projeto de uma forma simples, fácil de usar, com efetividade total e elegante.

Julgamento do Scrum

Ninguém melhor que o Alexandre Magno para fazer o Julgamento do SCRUM, responsável por trazer e disseminar essa metodologia aqui no Brasil. A apresentação iniciou com uma contextualização histórica do surgimento do SCRUM para embasar as discussões sobre o valor adquirido na adoção de cada prática prescrita pela metodologia. E também mostrou que em determinados contextos aplicar um SCRUMBUT pode ser mais ágil e eficiente para o processo de desenvolvimento de software, já que um dos valores mais importante da agilidade é ter rápida adaptação.

Design evolutivo em ambientes ágeis com foco na experiência do usuário

O pessoal da ThoughtWorks apresentou como foi desenhada a experiência do usuário de uma ferramenta open-source para atender uma necessidade do Hopital Universitaire de Mirebalais no Haiti.

Como se tratava de uma ferramenta open-souce, o cliente sentiu a necessidade de melhorar a experiência de uso. então o time de UX entrou no projeto depois do 4º mês de existência.

Hoje eles trabalham sempre duas sprints a frente do time de desenvolvimento só que há uma interação constante entre os dois times, e com isso a validação é mais rápida e compartilhada entre todos.

Para desenhar essa experiência, foram utilizadas várias práticas de UX como, sketches, protótipos em papel, protótipos de alta fidelidade, jornada do usuário, teste com usuário, etc.

O mais interessante é que tudo isto foi feito com um time distribuido. No começo não tinha ninguém no Haiti, só depois de um certo tempo eles foram até o hospital para fazer testes com usuários.

Low cost quick clean ux

Palestra muito interessante do Paulo Melo do Instituto C.E.S.A.R.

De um forma bem simples, ele apresentou 13 dicas de UX que podem ser feitas com um custo muito baixo e com um alto valor para o produto ou serviço.

Uma dica interessante foi a de que não podemos ter medo de errar. Precisamos adimitir que errar faz parte do processo de apredizagem, e quando assumimos que erramos, podemos aprender mais rápido.

A Última Convergência: Negócio, Produto, Processo e Projeto

O Luiz Parzianello apresentou a importância de manter orquestrada as diferentes perspectivas de negócio, produto, processo e projeto para minimizar os riscos e maximizar as chances de sucesso em projetos de desenvolvimento de software. Muitas vezes por falta de conhecimento ou interesse algumas atividades são deixadas de lado, e estas deficiências podem comprometer seriamente o projeto.

Métricas de Código, pra que te quero?

Nessa palestra, Maurício Aniche evidenciou a necessidade de se obter métricas referentes ao projeto. Por meio de exemplos reais, ele nos mostrou que práticas, antes aplicadas apenas na gestão de empresas, como Business Inteligence, podem ser adaptadas e utilizadas no contexto de desenvolvimento de software.

Aniche também mostrou, por meio da Lei de Evolução de Software (O software muda continuamente, tende a crescer e tornar-se mais complexo), que métricas para os códigos são importantes para ajudar na manutenção e bom design do código.

Algumas ideias para métricas foram apresentadas, como: Número de métodos, Complexidade ciclomática/McCabe, LCOM (Lacj of Cohesion of Methods), Co-changes (Acoplamento indireto) e cobertura de código.

A palestra foi finalizada com alguns dados interessantes sobre os projetos desenvolvidos na Caelum, empresa onde Maurício trabalha, como total de commits por membro do projeto, total de artefatos modificados e um gráfico com o total de bugs por dia da semana.

Por hora é isso pessoal, fiquem ligados no nosso blog e sabia mais dos próximos dias do Agile Brasil.

@jeffalbuquerque @guilffer @rafaelvalerio @mauriciomatsuda

Tags

Categorias

São Paulo

+ 55 11 2537-1198

R. Professor Aprígio Gonzaga,
112

Poços de Caldas

+55 35 3722-3776

R. Prefeito Chagas,
346 - Sala 21

Webgoal® 2015 - Todos os direitos reservados.